By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 

 QUE EQUILÍBRIO!!!

Cd de Referência

 Jorge Knirsch

 Introdução 

Após novos ajustes na sala, realizados em conjunto com o nosso colega Flávio Adami, e um desenvolvimento novo de um absorvedor híbrido, o Hybridline, que em breve vamos lançar no mercado, com medidas padronizadas, a nossa sala atingiu um grau de planidade acústica realmente digno de nota. Utilizando nossos cabos de interconexão TOP Wonder PLus XLR e os cabos de caixas acústicas TOP Wonder em conjunto com o pré Excell II, os powers, monoblocos em classe A, Millennium 75W, e o cd-palyer Accuphase DP-67, estamos ouvindo todos os cds novamente. É interessante como a transmissão musical se altera suavemente e ganha mais vida em alguns deles. Em outros, começam a aparecer irregularidades, tanto na captação como na mixagem, e principalmente excesso de compressão, hoje o maior problema da maioria dos cds bem gravados. Assim, passou algum tempo até que pudéssemos trazer um novo cd para esta seção, pois os que estavam planejados para esta lista não nos convenciam totalmente e agora se provaram sem a excelência necessária.

 

© 2004-2009 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
http://www.byknirsch.com.br

 

A NEUTRALIDADE DA SALA

 

Este cd, que estamos apresentando para vocês, é de uma gravadora audiófila, muito famosa no nosso meio, a Mapleshade Records, fundada em 1986 e estabelecida em uma mansão na pequena cidade de Upper Marlboro, no estado de Maryland (MD), USA. Esta gravadora de jazz e blues, que já gravou algo em torno de cem cds, segue um padrão único, diferenciado de todas as outras gravadoras que conheço. Sua tecnologia de gravação é realmente muito radical e minimalista. Só grava em tempo real, isto é, com todos os músicos e instrumentos juntos, presentes e tocando naquele instante. Usa uma microfonação bem simplificada com componentes de primeira linha, com apenas 3 a 4 microfones. A cabeação não passa de, no máximo 7m por microfone. Não há mesa de mixagem, nem filtros, nem equalização. Não há redução de ruído, nem multicanal, nem overdubbing, ... nem compressão!!

 A faixa dinâmica de seus cds beira os 40 a 50 dB. Portanto, muito cuidado com o volume! Muitos dos cds desta gravadora ultrapassaram a faixa dinâmica máxima permitida na gravação e, assim, em alguns deles, podem aparecer leves distorções mostrando o clipping ocasional durante a gravação. A tanto chega o objetivo deles de não comprimir!! Este cd, posso lhes garantir, está dentro dos parâmetros normais, sem distorções e sem clipping na gravação. Porém, na primeira audição, recomendo-lhes ouvirem em volume baixo, para em seguida fazerem o ajuste adequado. Como advertência, é bom lembrar que existem vários cds desta gravadora com faixa dinâmica capaz de danificar nossas caixas acústicas!

Os cds gravados com alta dinâmica e em tempo real apresentam uma naturalidade e  uma organicidade que chamam a atenção, nos trazendo a holografia do ambiente onde foram gravados. Dá a nítida impressão que estamos sentados em um barzinho qualquer, num ambiente vivo, bem equilibrado, com o conjunto à nossa frente tocando para nós, pois podemos delimitar claramente o espaço que cada músico ocupa no palco sonoro. A excelente técnica de microfonação usada é impressionante, pois dá a impressão que não houve uso de microfones, tal a naturalidade do cd.

Este cd tornou-se uma referência de gravação. Considero-o o melhor dentre todos que possuo. Está mais bem gravado do que o Verse, da Patrícia Barber, que é multicanal mas com uma pequena compressão. Mesmo em comparação ao novo da Patricia, The Cole Porter Mix, que já é melhor do que o Verse (e vamos apresentá-lo aqui no futuro) ele também o supera. Atualmente, esta gravação de Kendra Shank é o melhor cd que conheço.

Porém, tenho uma triste notícia para vocês! Eu o tenho levado para algumas audições, em casas de amigos e, muitas vezes, me surpreendo ao verificar que ele não toca!! Sei que a maioria de vocês não vai considerá-lo um cd de excelência, pois percebi que, em salas comuns, quando o colocamos para tocar, ocorre uma tal interatividade com a sala que aparecem excessos de médios. Acredito que alguns poderão ser levados ao auto-engano, concluindo que se trata de um cd mal gravado!! É realmente algo muito impressionante!

Normalmente, numa sala pequena não tratada, além da problemática das ondas estacionárias, se evidencia o excesso de médios, levando-se em conta, evidentemente, as particularidades de cada sala. Assim, cria-se uma interação muito forte com a reprodução desse cd, originando, nos médios, uma coloração bem particular para cada ambiente. Além de que, dependendo dos picos da curva de resposta da sala, poderão aparecer trechos onde o volume se altera, aumentando muito, dando a impressão de que esse cd não é plano, não tem equilíbrio tonal e até que foi mal gravado. Realmente esse cd é um teste duríssimo para salas que não estejam bem secas, dos graves até os agudos, e bem equilibradas tonalmente!

Assim, posso declarar que, se este cd tocar, mesmo que de forma razoável, você está de parabéns, pois a sua sala tem um mínimo de equilíbrio tonal necessário para uma reprodução agradável e correta.

 

© 2004-2009 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
http://www.byknirsch.com.br

 

 

KENDRA SHANK:AFTERGLOW

 

   

Os dados são:

 

                    Título                    : AFTERGLOW

                    Gravadora              : Mapleshade Records, 1994, www.mapleshaderecords.com ;

                    Principais Artistas    : Kendra Shank;

                    Código de Barras     : 7-3556-10213-2;

                    Eng. Gravação        : Pierre Sprey;

                    Eng. Mixagem         : Bob Katz;

                    Data Gravação       : 05/06/Julho 1992;

                    Local                    : Mapleshade Studio Upper Marlboro, MD

 

© 2004-2009 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
http://www.byknirsch.com.br

 

A faixa deste cd que mais me agrada é a faixa 04: PARIS BOSSA composição da própria Kendra Shank. A captação do piano é simplesmente impressionante. Mas todas as outras faixas possuem o seu encanto também. Este cd recomendo-lhes adquirirem no próprio site da Mapleshade.

Boas audições!

Aquele abraço a todos!! Até a próxima!!

 

Voltar

 - PRODUTOS, PROJETOS E INSTALAÇÕES

 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br