By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 39

VIBRAÇÕES: ELAS INFLUEM? Parte 6

Vibrações

  Jorge Knirsch

 Continuação 

No Audiophile News 13, iniciamos a análise de alguns sistemas antivibracionais que podem ser colocados sob nossos equipamentos de áudio e vídeo, proporcionando um aumento da resolução e transparência. Se pudermos escolher o sistema antivibracional adequado para a situação específica do nosso sistema, conseguiremos otimizar o equilíbrio tonal do conjunto. Naquela época, havíamos iniciado esta série mencionando os spikes, mostrando qual o resultado que trazem e de que forma influenciam no equilíbrio tonal. Como vimos, eles realçam levemente a parte das altas freqüências.

Em seguida, no Audiophile News 17, falamos das bandejas antirressonantes, que atuam em ambas as direções, ou seja, na absorção de movimentos horizontais e também na de movimentos verticais. Dependendo do princípio que a bandeja escolhida usa, para absorver as ressonâncias, ela poderá trazer um excelente resultado, aumentando a resolução e a transparência do sistema, sem alterar em demasia o equilíbrio tonal. No Audiophile News 21 falamos dos dispositivos antivibracionais horizontais, que favorecem os agudos, mas que devem ser usados com muito critério, para não tornarem a reprodução sonora excessivamente brilhante e metálica a ponto do resultado final ficar estridente e ardido. No Audiophile News 27, analisamos os discos de borracha especial, que também aumentam a resolução, levando o equilíbrio tonal levemente para os graves. No Audiophile News 33 verificamos as influencias de molas sob os aparelhos, sistema este largamente usado em estúdios no primeiro mundo. Neste Audiophile News 39, vamos analisar a influência das estantes/prateleiras onde ficam os equipamentos de áudio/vídeo.

                Prateleiras/Estantes para Áudio e Vídeo

              Um dos dispositivos, que mencionamos no Audiophile News 13 e do qual ainda poucos comentários fizemos, é o uso de prateleiras e estantes. Elas podem ser confeccionadas de vários tipos de materiais e podem apresentar diferentes designs. Mas alguns detalhes são importantes e, se puderem ser observados, possibilitarão aos nossos sistemas High-End tocarem melhor. Em primeiro lugar, se você for purista e quiser a melhor reprodução possível, procure não usar prateleira alguma e, se puder, simplesmente coloque todos os equipamentos no chão. O resultado sonoro será melhor, a reprodução se tornará mais natural, com maior ambiência e o palco sonoro muito maior, mas sei que, na maioria dos casos, isto não será possível. Assim sendo, alguns cuidados deverão ser levados em conta, na escolha da estante/prateleira a ser usada para a colocação dos equipamentos.
            Sei que, no passado, cheguei a recomendar prateleiras metálicas, quando surgiam interferências eletromagnéticas que levavam alguma estação de rádio a aparecer tocando nas caixas acústicas. Num caso como este, uma estante com chapas de aço, para apoiar os aparelhos, toda aterrada, torna-se absolutamente necessária.

© 2004-2012 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
http://www.byknirsch.com.br


             Porém, uma prateleira destas não é a melhor opção para se fazer audições críticas, com um sistema de áudio/vídeo que não esteja nesta circunstância mencionada. A melhor estante/prateleira será aquela, aberta de todos os lados, inclusive com abertura para o fundo, onde a base de apoio dos aparelhos é de material não metálico e onde a distância entre as bandejas é superior a 40cm. Com estas recomendações colocadas em prática, a interação dos campos eletromagnéticos entre os aparelhos se reduz e a passagem livre do ar, acima e abaixo dos aparelhos, e também entre eles, não prejudica em demasia o palco sonoro na reprodução. Aparelhos sobrepostos, ou que ficam muito próximos um do outro, se interferem mutuamente, através dos seus campos eletromagnéticos, prejudicando o resultado final sonoro e de imagem. Inclusive, colocar um aparelho sobre o outro é uma opção que, via de regra, traz um resultado menor do que quando eles estão bem afastados um do outro. Quando os aparelhos estão colocados lado a lado, numa mesma prateleira, a interferência vai ser menor do que se estiverem sobrepostos e, conforme a altura deles, não deverão ficar mais próximos um do outro do que 15 ou 20cm.
          No próximo Audiophile News, continuando este assunto, vamos falar da montagem de um sistema antivibracional completo para os principais componentes de áudio.

                      Boas Audições a todos!!

Elemento Antivibratório com Mola e Espuma Vibspring VS-P 01E                                             
TOP Wonder RCA       

 

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br