By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 

 
Número 75

Mídia Gravada

Humberto Santilli
humbertosantilli@uol.com.br

 

O que é Compressão? - 4ª. Parte
O arquivo .bwf

     

               Após os Audiophile News 66, 69 e 72, onde tratamos da reprodução de música a partir de dados comprimidos, ou não armazenados em computador, apresentamos, nesta última parte, uma sugestão de um software de armazenagem sem compressão.

© 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
http://www.byknirsch.com.br
 


               
               Considerando que, nos dias de hoje, espaço em HD e velocidade de Internet são problemas simples de serem resolvidos, por um custo baixo, a única vantagem que indubitavelmente o arquivo .flac com compressão lossless tem, em relação ao .wav sem compressão, é o seu suporte para a adição de tags para o gerenciamento de grandes coleções de música ou áudio.
               Este problema, da falta dos tags, encontrado por audiófilos que digitalizam suas coleções de cd´s, foi o mesmo problema encontrado por rádios, TVs e estúdios, por todo mundo, na hora de gerenciar coleções absurdamente grandes de sons, vinhetas, BGs (Best Ground), coleções de música e áudios de gravações em locação. Por este motivo, foi criado o arquivo .bwf, pela EBU (European Broadcasting Union) que, em essência, é um arquivo .wav sem compressão, mas que suporta a adição de metadata, como tags e outros como referências de sincronia e timecode da gravação.
               O único inconveniente, com o uso de arquivos .bwf, é a falta de suporte na imensa maioria dos players disponíveis. No entanto, alguns, como Monkey Audio e Quicktime, e outros mais especializados, como o Bwf Widget (http://www.bwfwidget.com ), já oferecem suporte para execução deste tipo de arquivo, enquanto outros, como Adobe Audition, podem criar estes arquivos a partir de um .wav ou de um cd.
               O uso deste tipo de arquivo ainda não é comum fora dos meios profissionais de broadcast. Mas, com certeza, este arquivo é a resposta para o gerenciamento de áudio digital sem compressão, bastando apenas se adaptar aos programas de uso específico de rádios e estúdios e aguardar que players e rippers mais simples passem a oferecer suporte ao .bwf.
Boas Audições!
      

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br