By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 114

Reposição de Agulhas

Equipamentos e Cabos

  Decio Lopes
deciolcouto@yahoo.com.br

              Amigos, os amantes do vinil sempre se perguntam: qual a vida útil de uma boa agulha? Quando devemos efetuar o "re-tip", ou seja, qual a hora certa para substituir o diamante da cápsula?

© 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

           Lyra Titan Cartridge [click for more]Qual é sua aparência, no momento da compra, e depois de centenas de horas de uso? Os fabricantes, infelizmente, não indicam, nos respectivos catálogos, uma boa estimativa a respeito. Acredito que tudo depende da forma de uso, do equipamento reprodutor empregado e dos cuidados com sua manutenção. Sobre o assunto, vejam, no link abaixo, uma recente e interessante matéria de Michael Fremer, entusiasta do som analógico e, consequentemente, do vinil, além de antigo colaborador da revista stereophile. Ali foram colocadas fotos super ampliadas de uma agulha Lyra Titan-i, após mais de mil horas de uso, e de um exemplar da mesma Titan novinha em folha. As diferenças são bem visíveis. O artigo mostra, também, uma agulha Dynavector XV-1Lyra Delos Phono Cartridge [click for more]s, com aproximadamente 1.500 horas de rodagem, e o desgaste é, do mesmo modo, bastante aparente. O super interessante dessa análise de Fremer é observar que, quando novas, as agulhas têm o desenho de suas pontas mais arredondadas, côncavas eu diria e, com o uso, elas vão, pelo indicado nas imagens, assumindo os contornos das bordas dos sulcos dos discos, revelando um formato mais cônico. Interessante, não? Fico pensando na atuação das boas agulhas nos vinis, antigamente fabricados no Brasil, que mais pareciam com folhas de papel sulfite quando comparados aos bons vinis audiófilos de 180 ou 200 gramas, mas isso é tema para uma outra conversa.

http://www.analogplanet.com/content/what-does-stylus-wear-look

 

Boas audições a todos!

Cabos de Interconexão - TOP Wonder  RCA/Digital/XLR/Speaker Cables
  


 

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br