By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 

 


Número 117

 Mídia Gravada

Flávio Adami
flavioadema@uol.com.br

        Redescobrindo Beatles
     

                    Eu me recordo que, desde os tempos de moleque, até aos 14 anos, a minha paixão musical sempre havia sido o jazz. Logo em seguida, em meados dos anos sessenta, passou a ser a bossa nova, à qual dediquei um bom tempo, estudando violão, inspirado na genialidade de João Gilberto.

© 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
http://www.byknirsch.com

                      Uma outra grande paixão, fora esses dois estilos musicais, foi, sem dúvida, os geniais e eternos Beatles. Eles, em relação ao rock, em apenas oito anos, mudaram o mundo quanto à moderna música popular!
                      No início da década de sessenta, eu ainda comprava os primeiros sucessos, como Love me do, no formato compacto simples e, logo em seguida, adquiri os primeiros LPs. Gostava de escutar e adorava aquelas músicas. Naquela época, embora eu já fosse um audiófilo em formação, ouvindo a sonoridade bastante sofrível que saia daqueles velhos toca discos, equipados com cápsulas de baixa qualidade, para mim, naquele momento, o importante era simplesmente curtir as músicas. Em 1970, após a gravação do LP Let it be, esse maravilhoso conjunto terminou e, de certa forma, eu abandonei um pouco a audição desses LPs.
                       Após o surgimento do cd, no início dos anos 80, praticamente toda a discografia dos Beatles foi lançada nesse novo formato, porém com uma qualidade de áudio muito ruim. O próprio cantor Milton Nascimento uma vez declarou, após escutar os cds, que aquilo não era os Beatles de tão mal remasterizados e comprimidos eram os cds.
                       Por volta de 2005, utilizando, em meu equipamento, um toca discos Rega Planar 3, equipado com uma cápsula Sumiko Blue Point Special, tive a oportunidade de conseguir vários LPs novos dos Beatles, como: Rubber Soul, Help, Let
Rega Planar 3it be, Revolver, Sargent Peppers e outros, regravados pela etiqueta Parlophone EMI. Quando comecei a escutá-los, levei um dos grandes sustos audiófilos da minha vida! Percebi detalhes na gravação que, nos anos sessenta, nem sabia que existiam. Nuances da parte vocal, com uma separação detalhada das vozes e também da percurssão, e ainda a separação perfeita dos canais, com uma profundidade de palco surpreendente e uma qualidade de gravação excelente para o início dos anos sessenta.
                       Atualmente, escuto esses LPs como se estivesse ouvindo algo novo. Enterrei, em definitivo, aquela sonoridade sofrível que vinha dos velhos toca discos dos anos sessenta e daquelas regravações em cd, que deixavam muito a desejar, com aquele som chapado, sem extremos e com falta de definição.
                        Maravilhoso é redescobrir os Beatles, com toda a emoção, graças ao retorno triunfante dos vinis e à genialidade de um conjunto eternizado!                 

             Boas audições!!                                                     

                                     powerline Audiófilo, Special e Protect

                      


 

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br