By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 

 


Número 121

Um Cérebro e Seis Mãos

Mídia Gravada

  Flávio Adami
flavioadema@uol.com.br

             Eu sempre digo que gravar é uma arte. Poucos estúdios e engenheiros de som têm realmente essa competência. Mas quando se trata de Jim Anderson, grande é a certeza de que a qualidade de áudio estará bem próxima à realidade sonora de uma reprodução ao vivo. A arte de captar bem um instrumento, com o microfone correto, e principalmente na posição correta, dentro de um bom estúdio, faz com que, de fato, a música aconteça de forma diferenciada. Ao ouvi-la, o realismo do som é tal que nos suscita uma sensação de praticamente estarmos na presença física dos músicos dentro da sala de espetáculos.          

© 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

 

O cd fingerpainting, que tem por trás as músicas e o talento indiscutível de Herbie Hancock, é um exemplo perfeito. A gravação, realizada em 1997, é minimalista. Nela, se percebe claramente a ausência de qualquer tipo de efeito. Tendo-se em vista que foi feita diretamente para um gravador de duas pistas, toda a dinâmica e detalhamento foram preservados. É uma daquelas gravações em que a música é captada com toda a sua riqueza harmônica e onde não se tem a sensação de qualquer espécie de eletrônica.
         Quanto aos músicos, se levarmos em consideração que se trata de três monstros sagrados do jazz, não se faz necessário entrarmos em muitos detalhes. Nicholas Payton toca o trompete e o flügelhorn, Mark Whitfield, a guitarra elétrica e violão acústico, e Christian McBride o contrabaixo acústico.
         O repertorio é excelente, num cd simplesmente gostoso de se ouvir que, com certeza, agradará à grande maioria dos entusiastas do jazz. Nesta gravação, o contrabaixo soa com uma extensão, articulação e detalhamento impecáveis. A guitarra toca de forma suave, bem dentro do estilo de Mark Whitfield. Quanto ao trompete e ao flügelhorn, de Nicholas Payton, podemos perceber claramente as diferenças tímbricas entre os dois instrumentos, o que cria uma mágica sensação de presença física.
 

 

fingerpainting

 The music of Herbie Hancock

 

Os dados são:

                   

Gravadora                  : Verve, a PolyGram company;

Principais Artistas    : Christian McBride no contra-baixo; Nicholas Payton no trompete; Mark Whitfield na guitarra elétrica.
            Código de Barras       : 7 31453 78562 5;

Gravação                      : Jim Anderson;

Datas da Gravação    : 06 a 08 de abril de 1997.

Local da Gravação    : Effanel Sound, New York, USA.

 

Todas as faixas são boas. É um cd que, sem dúvida, deve constar do acervo de qualquer audiófilo. Vocês poderão encontrá-lo na www.amazon.com. O preço está em torno de US$ 25,00, novo, e US$ 12,50 usado. A indicação deste cd é do nosso colega José Carlos Curi. Vale a pena conferir !!

 

Excelentes audições a todos e aquele abraço!

powerline Audiófilo, Special e Protect

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br