By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 216

Parâmetros da Avaliação Musical
4ª. Parte

 

Acústica                                          

 Flávio Adami
flavioadema@uol.com.br

 

Corpo Harmônico
 

                Vamos agora entrar em um assunto de grande importância e que também depende bastante da qualidade do equipamento, que é o corpo harmônico.

           © 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

                O corpo harmônico se refere basicamente ao tamanho dos instrumentos. Como exemplo, podemos citar o piano de cauda como um instrumento de grande corpo harmônico, em contraste a uma flauta, que obviamente tem um corpo harmônico pequeno, pelo seu tamanho diminuto. Mas apesar das diferenças de tamanho, ambos possuem uma reprodução sonora com um corpo próprio, dependendo obviamente do tamanho físico do instrumento.
                 Na reprodução de um equipamento de áudio, este conceito refere-se ao tamanho da imagem que pode ser percebida pelo som dos instrumentos ou vozes. É o corpo pelo qual o sistema apresenta as imagens sonoras associadas com suas riquezas tonais. Todo instrumento tem um corpo físico, que lhe confere um tamanho acústico próprio. Por exemplo, um contrabaixo inicia uma nota, quando uma corda é puxada e solta pelo dedo do músico. A corda vibra, emitindo um som, mas isto também faz com que a enorme caixa de ressonância do contrabaixo entre em vibração, reproduzindo um som grave, adicionado de harmônicos, característica de todo instrumento. A isto também podemos chamar de tamanho sonoro.

                Quanto mais sofisticado for o equipamento, poderemos perceber, por exemplo, as diferenças entre os vários tipos de piano com maior clareza, ou a diferença de corpo entre um sax barítono e um sax tenor, ou as diferenças sonoras entre uma viola, um violino, um cello e um contrabaixo.
                Quando da captação de um instrumento, através de microfones, quanto mais próximos eles estiverem do instrumento, maior será o corpo harmônico do mesmo. Este quesito também depende muito da intenção do produtor musical, em dar maior ou menor ênfase ao corpo dos instrumentos. Assim, o corpo harmônico se altera de acordo com a proximidade dos microfones ou dos ouvidos que captam os instrumentos.
                No caso dos equipamentos de áudio, o ideal é que tenhamos algo que reproduza os sons com perfeição, desde os graves mais baixos até os agudos mais altos. Entretanto, isso demanda a utilização de caixas acústicas de porte maior, mesmo sabendo que nem todos os ambientes permitem isso. Hoje em dia, temos caixas tipo bookshelf, que reproduzem graves extensos e de boa qualidade. Entretanto, não podemos nos esquecer que num sistema que começa nos 60Hz, comparado a um que parte dos 30Hz, temos uma oitava de diferença. Isto é extremamente importante, principalmente para aqueles que curtem concertos de piano de cauda, órgão e também grandes orquestras sinfônicas, momentos que nos dão a sensação daquela audição confortável, com qualidade e muito corpo harmônico.
                Como exemplo de gravações que mostram bem as características de corpo harmônico, poderíamos citar:

                -Two of Mind.  Paul Desmond e Gerry Mulligan, faixas 1 e 4,  Gravadora RCA, CD 20.038, que mostra bem o contraste entre um sax alto e um sax barítono.
                -The Brass Orquestra. JJ Johnson, faixas 1,3,7 e 10,  Verve CD 3145373212, que mostra a diferença entre trombone, sax e trumpete. Veja o CD de Referência:
J. J. Johnson e Jim Anderson! .

               Boas audições a todos!


Bandejas Anti-Ressonantes

http://www.byknirsch.com.br/produtos-antiresson-bandstand.shtml

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br