By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 289

 

Nosso Laboratório de Acústica e Áudio
 

Equipamentos e Cabos

Jorge Knirsch
jorgeknirsch@byknirsch.com.br

         

          Muitos têm grande curiosidade em conhecer o nosso laboratório, que passou por intensas transformações nestes últimos anos. Trocamos praticamente todos os equipamentos e também as caixas acústicas. Passo a passo, ao longo dos anos, fomos saindo dos aparelhos auto construídos (DIY), que fizemos a partir de kits do Erno Borbely, e fomos adquirindo aparelhos comerciais. O mais difícil foi fazer escolhas corretas quanto ao que comprar. Gastamos muito tempo para fazer estas escolhas. Infelizmente, a maioria dos reviews não ajuda muito para esta tomada de decisão. O melhor mesmo é quando podemos ouvir os componentes e, a partir da audição, decidir se vamos ou não adquirir este ou aquele aparelho em questão.

              © 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
                     http://www.byknirsch.com.br
       

          Assim, as caixas acústicas que escolhemos, as Revel Performa F52 praticamente só ouvimos uma vez, ao vivo, e a compra foi mais por leitura de inúmeros reviews. Conforme a AUDIO alemã, na época, era um best-buy na sua classe. O que mais nos chamou a atenção foi que o timbre de reprodução destas caixas é muito natural, chegando mais próximo do real, aproximando-se ao que temos escutado na Sala São Paulo, que freqüentamos com grande regularidade. Não sabíamos, porém, que o amaciamento delas levaria algo em torno de quatro anos, principalmente devido aos seus tweeters, que são de alumínio, o que levou mais tempo do que o normal para amaciar. Hoje elas já estão bem amaciadas, porém ainda mostram melhorias, de tempos em tempos, aumentando a resolução e apresentando uma dinâmica e um equilíbrio tonal espetaculares.


          Em seguida, foi a vez do cd-player. Aqui tivemos a oportunidade de comparar vários cd-players, de várias marcas, como os da Audio Research, Moon, Ayre e Accustic Arts, todos no nosso laboratório. Fiquei com o CD-PLAYER I (MK3), da Accustic Arts, pela sua vivacidade e envolvimento. Realmente é um cd-player digno de nota.
          Em seguida, veio o power, que fomos mais por reviews, e nos decidimos pelo Mark Levinson 532H, que é um power com excelente dinâmica e equilíbrio tonal muito bom. Comparado ao nosso amplificador anterior, o kit Millenium do Erno Borbely, a diferença não foi muito grande, sendo que o médio é mais recuado, porém a dinâmica é maior no Mark Levinson. E, por último, veio o novo pré amplificador, que também ficamos com o Mark Levinson 326S. Este pré é um dos melhores que já ouvimos. Ambos Mark Levinson ainda estão em linha.
          Ao testarmos os Devialet, no nosso laboratório, o Flavio Adami trouxe um toca discos para testarmos a parte de phono do integrado. Ficamos encantados com o som e, como já relatamos, adquirimos um toca disco Rega RP3, com braço RB303, cápsula Ortofon Quintet Black e pré de phono da Thorens MM 008. Gastamos muito menos na parte de phono com uma qualidade superior à parte digital.
          Toda a cabeação foi feita com o novo cabo de interconexão que desenvolvemos, o TOP Wonder Splendid XLR, e, na parte de phono, com RCA. Os cabos de caixas acústicas são dois pares de TOP Wonder Excellence com terminais. Ou seja, cada borne (4) das caixas acústicas tem um cabo de 13mm2 de cobre OFHC!
          Usamos também duas fases, com fiação dedicada, com 3 powerline Audiófilos lf-115, em série, por fase, que aumentam o palco sonoro e permitem uma dinâmica avassaladora.
          Porém, o que faz a maior diferença é, sem dúvida, a sala do laboratório e o seu tratamento acústico. Temos demonstrado isto comparando o resultado sonoro obtido no sistema que fica numa sala, na parte superior da casa, que é maior e não tem tratamento, e o resultado do laboratório de acústica que fica na parte de baixo do imóvel.
          Quem quiser vir conhecer, o nosso laboratório está aberto aos audiófilos e melômanos. É só agendar conosco. Podem trazer seus cd´s e viniis, para constatarem o que estamos dizendo através de uma comparação direta.

          Ótimas audições a todos, aquele abraço! E até a próxima!

  Cabos de Interconexão - TOP Wonder  RCA/Digital/XLR/Speaker Cables

 
          

                      
 

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br