By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 331

Os Mestres do Piano no Jazz
2a. Parte

Mídia Gravada

 

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

          Dando seqüência ao Audiophile News 329, vou citar mais alguns pianistas, dentro de uma geração um pouco mais recente, ao contrário do texto anterior onde, infelizmente, todos já se foram.

             © 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirch

          Gostaria de frisar que essa escolha tem seu lado pessoal, pois são os pianistas que aprendi a apreciar desde a minha infância. É lógico que, nessa lista, caberiam outros que os leitores do Audiophile News 1, provavelmente, gostariam que aqui estivessem. Mas, sem dúvida, os escolhidos são aprovados pela maioria dos críticos e apreciadores do jazz de alto nível.
          Keith Jarrett: É um pianista e compositor, norte americano, cuja técnica de improvisação conjuga o jazz a outros gêneros e estilos, como a música erudita, o blues, e o gospel, entre outros. Hoje, aos 71 anos de idade, continua com uma técnica impecável de execução e improvisação e, com isso, na minha opinião, é um dos pianistas mais perfeitos que tive a oportunidade de escutar. A gravação The Köln Concert, de 1975, foi um dos álbuns de jazz mais vendidos em todos os tempos. (Veja: Keith Jarrett, em Paris, ao Vivo e As Baladas dos Mestres.)
          Warren Bernhardt: Hoje, com 77 anos, ainda continua a ser um dos pianistas mais técnicos e melodiosos que tive a oportunidade de ouvir, também com uma influência de Bill Evans, no seu estilo, com o qual teve uma relação de amizade muito próxima. Segundo ele, Evans foi seu mentor e principal influência. Trabalhou com George Benson e Gerry Mulligan, e fez parte do jazz Fusion Group Steps Ahead. Na minha opinião, o cd Amelia's Song foi um dos seus melhores trabalhos. (Veja:
Warren Bernhardt ao Piano.)
          Herbie Hancock: Hoje, aos 76 anos de idade, ainda é considerado um dos mestres do jazz. Tocou ao lado de grandes músicos, com destaque para Miles Davis, nos anos 60, em um quinteto que se tornou antológico na historia do jazz. Foi introduzido ao piano Fender Rhodes, experimentando a improvisada adaptação de um pedal de Wah Wah e uma câmara de echo (Echoplex). Harold Rhodes, pai do piano elétrico, ao noticiar essas estranhas e originais conexões, providenciou que essas adaptações fossem utilizadas em toda a sua linha de pianos.
          Brad Mehldau: Hoje está com 46 anos. Começou a tocar aos 6 anos de idade e estudou piano clássico até os 14 anos. Depois, estudou piano e composição no Berklee College of Music e na New School for Jazz&Contemporary Music, tendo sua maior influencia do pianista Fred Hersch. Tocou, por dois anos, com Joshua Redman e, mais tasrde, com Charlie Haden, Wayne Shorter, John Scofield e Charles Lloyd. Brad Mehldau tem uma grande admiração pela música brasileira, em especial por Milton Nascimento e Chico Buarque. Em 2006, se apresentou no Teatro Ibirapuera.
Product Details          Michel Camilo: Com 62 anos de idade, é um pianista de jazz e compositor nascido na Republica Dominicana. Especialista em jazz clássico e latino, é dotado de uma técnica perfeita e um enorme poder de improvisação. Camilo lista algumas de suas principais influências como: Chick Corea, Keith Jarret, Oscar Peterson, Bill Evans e Art Tatum. Recentemente, deu um show no Teatro Renault, numa apresentação solo de grande sucesso, realizada em junho deste ano. (Veja:  Entre o Jazz Moderno e a Bossa Nova e Jazz Contemporâneo!.)
          Eliane Elias: Hoje com 56 anos, iniciou seus estudos na Escola de Música Clam, com Amilton Godoy, do Zimbo Trio. Após uma turnê, em 1981, com o contrabaixista  Eddie Gomez, foi encorajada a se mudar para Nova Iorque. Trabalhou com o trompetista americano Randy Brecker, com quem foi casada, e tem uma filha, a cantora Amanda Brecker. Atualmente, é casada com o baixista Marc Johnson. Gravou inúmeros discos, incluindo um dueto com Harbie Hancock. Venceu o Grammy Awards, na categoria de jazz latino, com o cd Made in Brazil, e também gravou um maravilhoso cd, intitulado Something for You, em homenagem a Bill Evans, o gênio que influenciou quase todos os pianistas da nova geração.
(Veja: Coisa Fina.)
          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima!


 

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br