By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 363

 

Um Banho de Primeiro Mundo

Música

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

         

            No mês passado, estive na cidade de Lucerna, na Suíça. Antes de entrar no assunto principal deste artigo, gostaria de falar das maravilhas visuais do lugar, como os lagos cristalinos, que parecem verdadeiros aquários, as pessoas se banhando no meio de cisnes, e as montanhas, ao fundo, com suas neves eternas. Algo deslumbrante!

 

             © 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

           Visitei três montanhas, de mais de 2000m de altura, e percebi que os bondinhos são extremamente seguros, pois a possibilidade de acidente é menor que zero. Tudo é muito limpo e organizado.
           
O propósito deste artigo é falar a respeito do festival de Lucerna, que faz parte de uma série de festivais de música clássica. Fundado em 1938, foi privatizado a partir de 1966, quando foi criada a Fundação dos Amigos do Festival de Lucerna, onde empresas como a Nestlé, o Banco Credit Suisse, os Laboratórios Roche, entre outras, o patrocinam.
          Atualmente produz três festivais por ano, atraindo cerca de 110 mil visitantes desde 2004, principalmente no Lucerne Culture and Congress Centre (KKL).
Cada festival apresenta orquestras e solistas convidados, ao lado de apresentações de conjuntos, como quartetos, orquestras de câmera e artistas internacionais. Neste ano de 2017, foram incluídas a Filarmônica de Berlim, a Orquestra Real Concertgebouw e a Filarmônica de Viena, entre muitas outras.
             
O maior festival que acontece é o festival de verão, que será realizado no período de 11 de agosto a 10 de setembro, e conterá mais de 100 eventos.  
            Desde 2003, foi lançada, pela orquestra do festival de Lucerna, a orquestra de amigos de Claudio Abbado, dirigida por Riccardo Chailly, e composta por solistas, músicos de câmara, professores e membros da Orquestra de Câmara Mahler, internacionalmente aclamada, desde 2016. As várias performances ocorrem em igrejas, em toda Lucerna.
 Está agendada também uma masterclass para jovens, no KKL, que apresentará maestros, como Bernard Haitink, e apresentará também a Lucerne Festival Strings, além de que haverá apresentações anuais da Bavarian Radio Symphony Orquestra and Coro.
              
O festival de Lucerna teve sua origem, em 1938, com o chamado concerto de gala, nos jardins da vila de Richard Wagner, em Triebchen, conduzido por Arturo Toscanini, que formou uma orquestra com membros de diferentes orquestras e solistas de toda Europa.
               
Aqui no Brasil, temos a respeitada orquestra da OSESP. No entanto, embora esse padrão alcançado lá fora seja muito alto, devido aos custos, artistas de renome internacional deixam de vir se apresentar no Brasil. Os nossos músicos são excelentes, mas a estrutura que existe lá fora é diferenciada. Por exemplo, em Lucerna, teremos a apresentação da West-Eastern Divan Orchestra, dirigida por Daniel Barenboim, interpretando Richard Strauss e Tschaikowsky. Teremos também a  Lucerne Festival Orchestra, dirigida por Riccardo Chailly, interpretando Felix Mendelssohn. Teremos uma apresentação de Maurizio Pollini, ao piano, interpretando Schumann e Chopin, English Baroque Soloists com o Monteverdi Choir, dirigida por John Eliot Gardiner. Se apresentarão também a Filarmônica de Berlim, dirigida por Sir Simon Rattle, interpretando Schostakowitch, a Royal Concertgebouw Orchestra de Amsterdam, com o maestro Daniele Gatti, interpretando Haydn e Mahler, e a de Pittsburgh, dirigida por Manfred Honeck, com Anne Sophie Mutter ao violino. Além de tudo isso, teremos também a Royal Philharmonic Orchestra, dirigida por Charles Dutoit, com Argerich ao piano, interpretando Beethoven, Debussy e Ravel.
            Esses são apenas alguns exemplos, para se ter noção do nível desse festival. Os preços das principais apresentações partem dos 30,00 e vão até os 320,00 francos suíços, nos lugares mais privilegiados.
            O que me resta é a esperança de ganhar alguma loteria, para reservar um hotel 5 estrelas, à beira de um lago, e passar um mês em Lucerna tomando um banho de civilização.

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço!


 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br