By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 367

 

A Boa Era Brasileira

Equipamentos e Cabos

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

         

          Foi uma época difícil. Vivíamos uma ditadura e, como conseqüência, uma reserva de mercado, onde as importações de produtos de áudio praticamente não existiam. Por outro lado, foi uma época interessante, onde a criatividade do brasileiro desenvolveu produtos de áudio de ótima qualidade. 

             © 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

 

          Por volta de meados da década de sessenta, num local que ficava na Avenida Santo Amaro, em frente ao hospital São Luis, comprei o primeiro Gradiente, que foi também o meu primeiro equipamento de toda linha de produtos. Tinha 18 watts por canal, e até que tocava bem pela simplicidade do projeto. Utilizava transistores de germânio, na saída, que ficavam colocados na parte traseira sem nenhuma proteção. Por várias vezes, ao trocar os cabos de caixa, com aqueles minúsculos parafusinhos, encostava a chave de fenda nos transistores e eles se queimavam. Após as óbvias reclamações dos usuários, logo surgiu o 36S, com dissipadores e transistores internos, de silício, isso bem antes da empresa ser adquirida pelo Eugênio Staub. Era o começo de uma historia de sucesso.
          Depois de um tempo, tive o Lab 500, o Lab 1000, e assim por diante, até chegar na linha Esotec, que tinha um padrão de qualidade excelente, com uma ótima sonoridade.
          Inesquecível também foram os amplificadores da Quasar. O que mais marcou, sem dúvida, foi o QA 5500, pois me acompanhou um bom tempo, quando fazia  sonorizações em festinhas. O painel tinha dois enormes VUs e possuía mixer para 2 toca discos, e auxiliares para os gravadores de rolo, e também tape decks cassete.
          Outra marca de peso, na época, foi a Polyvox, principalmente com a linha pré e power CM e PM 5000. Tocavam muito bem, e cheguei a ligá-los nas minhas Ar 3a, e não ficavam nada a dever a muitos amplificadores importados da época. Eram muito requisitados, em projetos de sonorização de ambientes e, principalmente, em boates pela grande potência que tinham.
          Outra marca que passou pelas minhas mãos, foi a Cygnus, com seu amplificador PA 1800 D que, visualmente, era a cara dos amplificadores da Threshold. Tinha muita qualidade e também potência, e era muito requisitado em sonorizações e também em boates.
          A Tarkus também deixou sua marca, e um modelo que muito me impressionou foi o Tp 2170 com seus 85 watts de potência por canal. Tinha um visual simples, porém muita qualidade de áudio.
          O fato mais curioso, que alguns talvez nem se recordem, foi que, naquela época, havia uma febre pelas caixas Ar 3a. Todos meus amigos audiófilos tinham caixas Ar. As Ar LST, com seus quatro médios e quatro tweeters de domo, foram uma das coisas mais impressionantes que ouvi.
          Entretanto, a curiosidade foi que tanto a Polyvox como a Gradiente se aventuraram a fazer copias da Ar 3a. A Polyvox, com seu modelo Stradivarius, e a Gradiente, com a GR 30, tentaram, porém de forma meio frustrada. Duraram pouco no mercado, pelo fato de que, além de não tocarem como a Ar original, tinham uma construção muito artesanal, pelo fato de os médios e tweeters exigirem uma construção muito delicada, principalmente por causa da dificuldade de centragem que causava muitos problemas de manutenção.
          Esses são alguns poucos exemplos do que, sem dúvida, foi uma época inesquecível que deixou uma imensa saudade.
                                

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço!
 


 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br