By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 373

 

O Passado Presente

Equipamentos e Cabos

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

         

          Existem várias marcas que se tornaram consagradas, nesse mundo do áudio e vídeo, porém, gostaria de ressaltar uma em especial, que é quase uma unanimidade em relação às velhas e novas gerações.
 

             © 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

 

          A marca JBL, talvez o mundo todo conheça. Continua fabricando produtos de ponta, principalmente voltados para as novas gerações, como é o exemplo daquela caixinha milagrosa chamada Flip 3 (veja o Audiophile News 339), que habita a maioria dos lares e faz parte do dia a dia de todos aqueles que gostam de uma nova tecnologia. Produtos desenvolvidos para automóveis de luxo, também fazem parte dessa nova geração de projetos diferenciados, e toda uma gama de produtos de áudio high end.
          Entretanto, talvez a maioria dos jovens, nos dias de hoje, desconheça o nome que existe por trás dessa sigla JBL tão famosa. James Bullough Lansing. A JBL é uma companhia americana, de produtos eletrônicos, pertencente a Harmann International que, hoje, faz parte do grupo Samsung. Foi fundada em 1946, e seus principais produtos são alto falantes, caixas acústicas e eletrônicos. Há duas divisões independentes na companhia: a JBL Consumer e a JBL Professional. A primeira produz equipamentos de áudio, para o mercado consumidor doméstico, e a outra divisão produz equipamentos profissionais, para estúdios, shows e salas de cinema.
          James B. Lansing fundou a JBL um ano depois de deixar a Altec Lansing, como vice presidente de engenharia, em 1945. A empresa foi chamada inicialmente de Lansing Sound ,Inc, a partir de 1 de outubro de 1946 e, mais tarde, mudou seu nome para James B Lansing Sound. Os primeiros produtos foram o alto falante modelo D 101, de 15", e o driver de alta freqüência, modelo D 175, que permaneceu no catálogo até a década de setenta. Ambos eram cópias próximas dos produtos da Altec Lansing. O primeiro produto original foi o D 130, um falante de 15", do qual uma variante permaneceria em produção nos próximos 55 anos! Depois, outros produtos, os D 131, de 12", e os drivers de cone D 208, de 8", todos equipados com poderosos magnéticos de Alnico. Um dos pontos chave, para o desenvolvimento inicial da JBL, foi a estreita relação comercial da Lansing com seu fornecedor primário, de material magnético Alnico, Robert Arnold da Arnold Engineering.
          James Lansing foi reconhecido como um engenheiro genial e inovador, mas um pobre empresário sem tino administrativo. Durante os três anos seguintes, Lansing lutou para pagar faturas e enviar produtos. Em conseqüência da deterioração das condições dos negócios, e de problemas pessoais, cometeu suicídio em setembro de 1949.
          A caixa de estúdio, da série JBL4320, foi introduzida através da Capitol Records, em Hollywood, e tornou-se a caixa padrão no mundo da empresa EMI. A introdução da JBL, ao rock and roll, veio através da adoção do alto falante D 130, pela Fender Guitar, de Leo Fender, como o driver ideal para guitarra elétrica. Em 1977, muitos estúdios de gravação usavam caixas JBL, mais do que todas as outras marcas combinadas. A JBL tornou-se um fornecedor proeminente para a indústria de som, para turnês de rock e festivais de música.
          Tenho boas recordações da JBL Paragon (primeira foto do artigo), na década de setenta, e a coisa continua, como por exemplo, o modelo Everest DD 66000 (segunda foto do artigo), que permaneceu por muitos anos como top da classe referência da revista AUDIO alemã.
          Essa foi a história de um grande gênio, que deixou um legado para todas as gerações do áudio, do passado, presente e futuro.               
         
Ótimas audições a todos! Aquele abraço!


 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br