By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 398
 

Estilo dos Bons Tempos

Mídia Gravada

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

          A música às vezes nos traz surpresas. Quando escutei o cd das meninas do Duchess Trio, fiquei encantado em ouvir um estilo de um tempo que eu nem havia nascido.

             © 20010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
            Todos os direitos reservados
             http://www.byknirsch.com.br

          Os trios de vozes femininas, das décadas de 30 e 50, eram comuns no tempo do swing e da brilhantina. Talvez o conjunto vocal The Boswell Sisters tenha sido o mais conhecido, por volta de 1935. Apresentava uma linguagem melódico harmônica, que veio do bebop, através do scat singing, uma técnica vocal criada por Louis Armstrong, que consiste em cantar vocalizando, com ou sem palavras, criando um som equivalente ao de um solo instrumental apenas usando a voz. Um bom exemplo, de alguém que utilizava a técnica do scat, é Ella Fitzgerald, considerada uma das maiores cantoras da história do jazz. Os conjuntos vocais Swingle Singers, surgido em Paris, em 1962, e o Manhattan Transfer, com a sua primeira formação em 1969, fazem parte de um gênero musical muito escutado no mundo do jazz até os dias de hoje.
          Essa antiga tradição jazzística, dos trios femininos, vem sendo renovada pelo Duchess Trio, com as vozes de Amy Cervini, Hillary Gardner e Melissa Stylianou. São três jovens,
com um talento vocal impressionante, que se uniram e começaram a se apresentar no 55 Bar de Nova York. O primeiro cd do trio, intitulado Duchess, foi lançado pela Anzic Records, em 2015. E é exatamente este cd que estou trazendo aqui. Já existe um novo lançamento, intitulado Laughing at Life, também editado pela Anzic Records, etiqueta da grande clarinetista Anat Cohen, o qual ainda não tive a oportunidade de ouvir.
          Dessas três lindas vozes, fica até difícil destacar qual delas é a mais afinada. Às vezes soam uníssonas, como se de fato fosse apenas uma única voz cantando.
          A qualidade sonora é primorosa, onde posso destacar a afinação e a perfeita articulação das vozes, principalmente quando reproduzida num equipamento de alta qualidade.
          É uma gravação dentro de um estilo saudosista, dos bons tempos, que não pode faltar na relação de cds de qualquer apaixonado por jazz.

             
Duchess
 

          

Os dados são:

                   

Gravadora                  : Anzic Records, 2015;

Principais Artistas  : Amy Cervini, Hilary Gardner, Melissa Stylianou, cantoras; Michael Cabe, piano; Paul Sikivie, baixo; Matt Wilson, bateria; Jesse Lewis, guitara; Jeff Lederer, saxofones

Código de Barras       : 8 96434 06188 7;

Gravação                      : Chris Allen;
               Mixagem                       : Brian Montgomery;
         Masterização                : Mark Wilder, Battery Studios, Nova Yorque, NY;

Data da Gravação      : 28 e 29 de abril de 2014;

Local da Gravação     : Sear Sound, Nova Yorque, NY;

 

 

 
         
É difícil destacar quais são as melhores faixas. Este cd pode ser encontrado na www.amazon.com por US$ 16,00, novo, e usado por US$ 9,00. Pelo site da www.anzicrecords.com sai um pouco mais caro.

Ótimas audições e aquele abraço!

 

               

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br