By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 406
 

Gravações Diretas Inesquecíveis

 

Mídia Gravada

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

        

          A qualidade sonora do vinil é incontestável, segundo a grande maioria dos audiófilos. Na minha opinião, a  fase de ouro pertence à década de setenta quando surgiram as gravações direct to disc.

© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
   Todos os direitos reservados
 http://www.byknirsch.com.

          Essas gravações, teoricamente, eram muito simples, pois saíam do estúdio e iam diretamente para um disco master, num sistema onde não existia todos os processos que ocorrem dentro de uma gravação convencional, com mesas de som, gravadores de fita analógicos etc. A grosso modo, seria mais ou menos como o cilindro de Edson, onde aqueles sons, que entravam por uma corneta acoplada a um captador com uma agulha, desenhavam os sulcos, no processo analógico mais simples, pois na época de Edson nem energia elétrica existia.
          O único problema é que não podiam ocorrer erros nas gravações e, caso algum erro acontecesse, perdia-se o master disc e todo o processo teria que ser repetido novamente.
          As principais gravações diretas foram também lançadas em cd, porque havia um gravador de fita, dentro do estúdio, que registrava, simultaneamente ao processo direto, a gravação que iria ser utilizada para que os cds fossem lançados. Isto, a partir de 1980, num processo de digitalização, porém com um resultado sofrível.
          O primeira gravação direta, que escutei, foi o fantástico LP Discovered Again, de Dave Grusin. Realmente, foi um susto quando presenciei aquela dinâmica impressionante e aqueles graves profundos que saíam das caixas AR com suspensão acústica.
          Dando outros exemplos de gravações memoráveis, eu citaria  The King James Version, com Harry James e sua banda, gravação Sheffield, que tinha como produtores os geniais Doug Sax e Lincoln Mayorga, e também o LP Lincoln Mayorga & Distinguished Colleagues, volume lll, um dos meus favoritos.
          Tenho uma memória musical muito boa. Recordo-me, como se fosse hoje, das bandas de Duke Ellington e Count Basie, que assisti no teatro Municipal, no início da década de 70, principalmente os instrumentos de sopro, como trombones, sax e trompetes, com uma pressão sonora impressionante, sem o uso de nenhum microfone. A única forma, que me fez resgatar grande parte daquela sensação, foi quando escutei o LP For Duke com Bill Berry e suas Ellington Al Stars. A dinâmica e pressão sonora dos instrumentos de sopro resgataram, em grande parte, as sensações que tive no teatro, gravação essa feita pela M&K Real Time Records em corte direto.
          Outro LP memorável é o LA4 Just Friends, gravação da Concord Jazz, com Laurindo Almeida, Ray Brown, Jeff Hamilton e Bud Shank. O violão de Laurindo e o sax alto de Bud Shank possuem uma naturalidade e textura e uma sonoridade incrível praticamente como se fosse ao vivo.
          Mais impressionante ainda são as gravações diretas em 45RPM como, por exemplo, o LP de Charlie Byrd, gravação da Crystal Clear Records, com uma dinâmica e relação sinal/ruído ainda mais impressionantes.
          Se você tiver um sistema de áudio de qualidade high end, dentro de uma boa sala, e também tiver um desses exemplos que eu citei, pode fechar os olhos e escutar música, praticamente ao vivo, com discos de uma época de ouro, com uma sonoridade que também ficará para sempre na lembrança.     
 
         Ótimas audições a todos! Aquele abraço!                               


 

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br