By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 422

Um Grande Desafio: Compatibilizar Caixa Com Power
2ª. Parte
 

Equipamentos e Cabos

Jorge Knirsch
jorgeknirsch@byknirsch.com.br

         

          Continuando o grande desafio, vamos aqui apresentar os AK dos integrados transistorizados, dos integrados valvulados, dos amplificadores de potência e dos AV-receivers. A primeira parte havia sido apresentada no Audiophile News 420.

             © 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           https://www.byknirsch.com.br

 

          Para facilitar as análises que faremos aqui, vamos reproduzir a tabela do artigo anterior que permitirá uma comparação visual facilitada.
          Neste artigo, iremos fazer uma análise mais profunda dos valores médios dos AK e, em função das nossas conclusões, no próximo artigo iremos comentar algumas marcas e modelos.

AK das Classes de Caixas Acústicas da AUDIO
Classes Torres Bookshelf
QT QTa AKméd. AKMáx. AKmín. QT QTa AKméd. AKMáx. AKmín.
Referência 66 12 58,6 89 34 5 3 69 76 63
High End 178 13 60,6 104 19 20 4 61,6 80 40
de Ponta 175 6 60,9 81 27 130 18 66,2 85 51
Superior 51 1 59,6 70 47 80 12 65,5 83 54
Média 4 0 64,8 67 61 5 0 65,4 67 63
Standard 3 0 61,3 67 54 - - - - -

          Analisando as tabelas, salta à vista o fato de que o volume de torres e bookshelf, no mercado, é muito maior que o de integrados e powers. Comparando as torres com os integrados transistorizados/powers/AV-receivers, verificamos que, na classe de Referência e na classe High End dos dois, os amplificadores têm condições de tocar as caixas acústicas, pois, na média, os AK dos integrados transistorizados/amplificadores de potência e AV-receivers são superiores aos AK das caixas. Isto já não acontece nas classes de Ponta, Superior e Média, onde os AK dos integrados transistorizados e dos amplificadores de potência são marcantemente inferiores. O que mostra que, nestas classes, é um desafio se conseguir conciliar a caixa com o integrado ou amplificador adequado. Uma exceção são os AV-receivers da classe de Ponta, com média de AK= 63,8, que conseguem tocar as torres das classes de Referência e High End. Aqui, temos que levar em conta que a qualidade sonora dos receivers é normalmente inferior à dos integrados e amplificadores.

AK das Classes de Integrados Transistorizados e Valvulados da AUDIO
Classes Integrados Transistorizados Integrados Valvulados
QT AKméd. AKMáx. AKmín. QT AKméd. AKMáx. AKmín.
Referência 91 65,1 88 21 48 41,8 66 10
High End 45 60,8 75 42 9 37,8 50 13
de Ponta 47 55,2 68 29 12 29,6 55 10
Superior 34 49,9 67 11 1 35 - -
Média 4 51 62 33 - - - -

          A questão surge com as caixas bookshelf. As tabelas mostram que a escolha de amplificadores para elas é realmente um desafio muito mais difícil. Somente os amplificadores de potência da classe High End irão tocar na média as bookshelf da mesma classe. Todas as outras classes de bookshelf terão que ter amplificadores escolhidos a dedo, principalmente para os graves, quanto à extensão e equilíbrio tonal. A escolha de um amplificador para uma caixa bookshelf realmente é um grande desafio!

AK das Classes de Amplificadores de Potência e AV-Receivers da AUDIO
Classes Amplificadores de Potência (Powers) AV-Receivers
QT AKméd. AKMáx. AKmín. QT AKméd. AKMáx. AKmín.
Referência 69 68,5 104 13 10 69,3 76 64
High End 21 62,3 87 14 29 66,9 73 62
de Ponta 23 55,4 73 40 28 63,8 73 56
Superior - - - - 6 59,1 61 54

Legenda: QT= quantidade de caixas testadas; AKméd.= AK médio da classe; AKMáx.= AK máximo da classe; AKmin.= AK mínimo da classe. Para se fazer as médias, foram subtraídas as caixas ativas que não possuem AK.

          Quanto aos integrados valvulados, para eles precisam ser escolhidas caixas especiais, com alta sensibilidade, ou seja,  com baixo AK, para que eles possam tocá-las a contento.
          Já com os receivers, a situação fica mais fácil, pois possuem AK mais altos, que lhes permitem tocar a maioria das torres na média, com exceção das bookshelfs das classes de ponta e superior.
          Como vocês podem ver, não é uma questão muito simples a combinação de uma caixa/bookshelf com um amplificador, seja integrado, power ou receiver. Infelizmente, no mercado, a orientação prestada pelos distribuidores/revendedores aos seus clientes é pouca, tanto em relação às caixas quanto aos amplificadores.
          No próximo e último capítulo desta série, iremos trazer algumas marcas e modelos que facilitam esta combinação, tanto do lado das caixas como do lado dos amplificadores. 

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima!

TOP Wonder Excellence RCA


 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br