By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 437

 

Para Ouvir Ajoelhado

Mídia Analógica

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

        

          Alguns LPs ficam para a história, principalmente para os apaixonados pelo jazz. Talvez, na minha vida audiófila, um dos LPs mais marcantes foi, sem dúvida, The Good Life, lançado em 1979.
 

© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
   Todos os direitos reservados
 https://www.byknirsch.com.br

          No ano que vem, vão fazer 40 anos que ouço este disco, sempre com o mesmo prazer, desde os tempos das AR3a, junto ao pré 7 e ao power 8B, ambos da Marantz.
          Os músicos que compõe esse quarteto são um bálsamo para os ouvidos: Paul Tatcher Smith, no piano; Frank Capp, na bateria; Barney Kessel, na guitarra; e Monty Budwig, no baixo.
          Paul Smith, falecido em 2013, além de um exímio pianista, acompanhou por muito tempo Ella Fitzgerald, Mel Tormé e Anita O' Day, tocando junto com Tommy Dorsey, Dizzy Gillespie e Stan Kenton, entre outros.
          Barney Kessel, guitarrista, falecido em 2004, também participou dessa gravação antológica. Uma fase importante em sua carreira foi a formação, em 1973, do Great Guitars, com Herb Ellis e Charlie Byrd. De acordo com Eumir Deodato, Barney Kessel influenciou diversos músicos da Bossa Nova, dentre os quais ele mesmo e João Gilberto. O disco de Barney Kessel e Julie London, lançado pela Musidisc foi o que mais nos marcou aqui no Brasil. Os acordes de introdução de Cry Me a River influenciaram músicos como Roberto Menescal e vários outros violonistas.
          Essa gravação, The Good Life, tanto artisticamente como em qualidade sonora, é fantástica em todos os aspectos. A escolha do repertório, onde algumas faixas surpreendem, principalmente What I Did For Love e Send in The Clowns, ambas em solo de piano, mostra um Paul Smith magnífico em técnica de execução, onde  eu o colocaria, sem dúvida, entre os maiores pianistas da historia do jazz.
          É um LP obviamente analógico, porém a gravação é digital, feita pela Discwasher Digital Recording. No entanto, gostaria de chamar a atenção para um detalhe: o primeiro LP, adquirido na Big Pappa Records, com o Carlos, veio com um problema de ploc na segunda faixa, que foi sanado com uma boa limpeza, através de uma máquina PHK de sucção nacional de excelente qualidade. Um pouco mais tarde, um segundo LP foi encomendado, entretanto o som não se mostrou igual ao do anterior, apesar de ambos serem idênticos. O primeiro LP tem mais grave e uma melhor dinâmica e, talvez, isso possa ser explicado pela diferença que existe entre os LPs de primeira impressão e os outros lançados posteriormente.
          Independentemente disso, eu diria que este é um disco obrigatório para ser ouvido pelos audiófilos de bom gosto, que tenham um sistema de alto padrão, onde possa ser extraída toda a qualidade dessa gravação mágica.

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima! Desejamos á todos um feliz e próspero Ano Novo com muitas realizações e com grande paz e alegria! Voltaremos com o Audiophile News em meados de janeiro próximo.                             


 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br