a   By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 

 
Número 173

 Equipamentos e Cabos

Preços Diferentes, Qualidades Semelhantes

Flávio Adami
flavioadema@uol.com.br

     

          Este artigo se baseia numa consulta à revista AUDIO alemã. Tem o intuito de alertar os consumidores de áudio high end a não se impressionarem com os valores dos equipamentos, pois nem sempre preços altos significam uma qualidade sonora correspondente a esse custo elevado apresentado aos consumidores.

© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch  
Todos os direitos reservados
                      http://www.byknirsch.com
                   

          Considero a AUDIO uma revista da mais alta credibilidade. Seus testes servem, sem dúvida, como um guia importante para uma avaliação honesta, com relação aquilo se pode ter, gastando apenas o necessário. Indica custos benefícios ideais, principalmente para a alegria dos consumidores não muito abonados.

           Gostaria de citar apenas alguns exemplos, para esclarecer o que a revista AUDIO se propõe, através de seus testes, os quais têm sido considerados dignos de confiança pela crítica especializada.
          Conferindo as avaliações dos toca discos, o que me chamou a atenção foi o seguinte: o primeiro, da classe referência (AUDIO 08/13), é o Transrotor Artus, que custa a bagatela de 118.000 euros, com 125 de pontuação máxima. Em segundo lugar, vem o Linn LP 12 SE Radikal, que custa 13.800 euros, com os mesmos 125 pontos. Teoricamente, poderíamos economizar 104.200 euros e obter praticamente a mesma coisa. Eu digo praticamente a mesma coisa, porque alguma diferença deve haver, se não seria um caso de polícia
!

          Com relação aos prés de phono (AUDIO 09/13), temos, na classe de referência, o Audio Research Reference Phono 2, ao custo de 12.800 euros, com 135 pontos, e o Octave Phono Modul, com 130 pontos, ao custo de 4.400 euros. Ou seja, uma diferença de apenas 5 pontos na qualidade, para uma diferença de preço considerável. Encontramos outro exemplo, na mesma classe: o Esoteric E-03, com 125 pontos, ao custo de 5.000 euros e, logo atrás, com 120 pontos, o Creek Windsor, ao custo de 1.850 euros. Mais uma vez uma pequena diferença na pontuação e uma diferença considerável com relação ao custo dos aparelhos.

           Outro exemplo marcante encontramos nas avaliações dos cd players (AUDIO 09/13), onde temos, na classe referência, o Accuphase DP-800/DC-801, com 140 pontos, ao custo de 25.200 euros e, em segundo lugar, o Moon 750 D, com 135 pontos, custando 9.450 euros. Observem que aqui também houve uma pequena diferença nas pontuações obtidas, porém os custos se mostraram bastante incompatíveis para esta pouca diferença de qualidade.
          Com relação aos pré amplificadores (AUDIO 09/13), verificamos também algumas discrepâncias. Comparem: em primeiro lugar, vem o Ypsilon Electronics PST-100 MK 2, uma obra de arte feita na Grécia, com 135 pontos, ao custo de 23.100 euros; em segundo lugar, o Dan D'Agostino Momentum  Preamp, com 132 pontos, ao custo de 30.000 euros e, em terceiro lugar, o AVM PA 8, com 130 pontos ao custo de 6.450 euros.                 
          Para finalizar, quanto aos powers (AUDIO 09/13), na classe referencia, temos, em primeiro lugar, O Pass XA 110.5 (mono), ao preço de 17.750 euros. Em segundo, o T+AM 10 (mono), ao custo de 20.000 euros. Em terceiro, o Ypsilon Electronics Aelius (mono), com custo de 23.100 euros. Em quarto, o Dan D'Agostino Momentum, ao custo de 30.000 euros. Em quinto, o Octave Jubilee (valvulado, mono), com 44.000 euros. Em sexto, o Krell Evolution 900 (mono), ao custo de 48.000 euros e, em sétimo, o McIntosh 2kw AC (mono), ao custo de 67.500 euros. O mais curioso é que todos esses powers obtiveram os mesmos 135 pontos de avaliação, porém com uma diferença de 49.250 euros do primeiro (mais barato) para o sétimo (mais caro).
          Espero que este artigo tenha elucidado a curiosidade daqueles que acreditam, como eu, que preços altos nem sempre significam um melhor resultado sonoro!                 

          Até a próxima! Um abraço a todos!

                                                                 Bandejas Antirressonantes Bandstand 
                          

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br