By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 

 


Número 257

Bê-á-bá do Analógico-Digital

Equipamentos e Cabos

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

             Em meados da década de 70, um presente marcante que ganhei, sem dúvida, foi um relógio digital da Texas que meu irmão trouxe dos Estados Unidos. Em vez de ter ponteiros, lia as horas em um display numérico, e era mais preciso para identificar as horas e os minutos do que os relógios analógicos.

             © 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

            Falando em analogia, por exemplo, medir o comprimento de um dedo com uma régua de madeira, ou de plástico, e fazer uma marcação nesta mesma régua, exatamente no comprimento do dedo, essa marcação, óbvio, não é o dedo e sim uma representação analógica do mesmo.

             A tecnologia analógica não significa, por exemplo, apenas medir as horas com mostradores e ponteiros. Quando dizemos que algo é analógico, queremos simplesmente falar que essa tecnologia não envolve números processados por via eletrônica. Capturar uma imagem numa velha câmera fotográfica, através de um filme revestido com prata, é um procedimento baseado em produtos químicos que reagem à luz. O filme, quando revelado, mostra uma representação da cena que fotografamos. Em outras palavras, a imagem revelada é uma analogia da cena que quisemos gravar. O mesmo acontece para gravar sons com um velho gravador de rolo ou cassete. A gravação representa uma analogia dos sons que originalmente ouvimos através das vozes e instrumentos.
             Digital é algo inteiramente diferente. Em vez de armazenar palavras, imagens e sons, em filmes ou fitas magnéticas, a informação é convertida em números. Os celulares, por exemplo, transmitem e recebem chamadas, convertendo os sons da voz de uma pessoa em números, de um lugar para outro, sob a forma de ondas de rádio.
             Independente de qualidade sonora, o digital ainda trás a vantagem de poder armazenar uma quantidade enorme de LP´s, por exemplo, através de um MP3, e guardar tudo isso num pequeno aparelho que cabe no nosso bolso.
Desafinação
             Ao fazer um download de musica digital, temos a opção de baixar a mesma faixa com diferentes taxas de bits. De um modo geral, a taxa de bits é a quantidade de informações captadas, cada vez que  a música é baixada. Assim, uma taxa de bits mais alta, significa mais informações, transformando essa mesma informação em uma melhor qualidade de áudio, porém isto ocupa mais espaço e necessita de um tempo maior para que baixemos as músicas de nossa preferência.
             Muitos entusiastas de áudio preferem o som do vinil, em relação ao som dos cd´s. É o caso do fundador e editor da revista the absolute sound, Harry Pearson, que afirmou que os LP´s são decididamente mais musicais. Segundo ele, os cd´s drenam a alma da música e o envolvimento emocional desaparece. Isso tem uma explicação muito simples: apesar da enorme evolução que os sistemas de conversão digital atingiram, ainda fica difícil competir com os LP´s, pois, nos toca-discos, não existe conversão alguma. O que sai da cápsula é uma pura senóide complexa que nossos ouvidos reconhecem, ou seja, não é preciso converter nada: o que sai é música!
 
          Ótimas audições e aquele abraço!

Bandejas Antirressonantes Bandstand   
                           

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br