By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 265

 

Vamos Ouvir Música

 

Psicoacústica

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

            

             Vou abordar um assunto  que eu já havia comentado num outro artigo (Audiophile News 196), mas que vale a pena tecer novas considerações, pois acho de grande importância para aqueles que são apaixonados por música, como eu, e também para os leitores do Audiophile News 1. (Veja também Audiophile News 89)

             © 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

                 Ouvir música pode trazer muitos benefícios para a saúde do nosso ser integral. A música tem sido usada, inclusive por médicos e terapeutas, como tratamento. Pode também servir para alívio de dores, melhora da memória, e até mesmo como um estímulo para a prática de atividade física, entre outras coisas.

              Isso acontece porque a música ativa o centro de prazer do cérebro e libera a dopamina, causando uma sensação de bem estar. Por isso tem sido usada por médicos, terapeutas e preparadores físicos como tratamento de diversos problemas, o que tem trazido ótimos resultados.
              A música é um estimulo importante para quem se exercita, porque disfarça a sensação de fadiga, dor e cansaço e, no lugar, traz um sentimento bom de alegria e motivação, deixando a pessoa mais confortável.
              O mesmo acontece com a música para dormir ou acordar. Sons mais graves e lentos, por exemplo, ajudam a pessoa a se desligar das preocupações e, comprovadamente, facilitam o sono e combatem a insônia. Por outro lado, sons animados, energéticos e acelerados são bons durante a manhã, para despertar e ajudar a acordar. Especialistas do instituto de neurologia de Londres afirmam que a música de Mozart pode funcionar melhor que remédios tradicionais, no tratamento de diversos males, até mesmo de doenças complexas como a epilepsia. Pesquisadores suspeitaram das qualidades terapêuticas da obra do compositor austríaco, quando trataram um paciente de 46 anos, que sofria de graves ataques epilépticos e que não havia reagido bem a sete tipos de terapias, a base de remédios avançados, e nem mesmo a uma intervenção cirúrgica no cérebro.
              Após uma acentuada e inexplicável melhora, os médicos descobriram que o paciente, que havia começado a escutar a música de Mozart, durante cerca de 45 minutos por dia, obteve esta melhora significativa devido a este novo hábito.
              Mesmo quem não costuma ouvir música clássica já ouviu, numerosas vezes, o primeiro movimento da quinta sinfonia de Beethoven, que é uma das mais famosas composições da história. Descobriu-se, em testes de laboratório, que aquele "pam pam pam pam" da abertura é capaz de matar células tumorais. Uma pesquisa do programa de oncobiologia da UFRJ, expôs algumas das células MCF-7, de uma mama, ligadas ao câncer, por um período de, aproximadamente, meia hora de execução da obra. Uma em cada cinco, dessas células, morreu. Essa experiência abre uma nova frente contra a doença, por meio de timbres e freqüências diferentes. Essa estratégia, que parece estranha à primeira vista, busca encontrar formas mais eficientes e menos tóxicas de combater o câncer. Em vez de radioterapia, um dia poderá ser possível se pensar no uso de freqüências sonoras, para combater esse tipo de doença.
              Portanto, vamos ouvir muita música! Mesmo que ela não faça nenhum milagre, pelo menos faz um bem enorme para o nosso espírito e também para nossas emoções.

                           Ótimas audições e aquele abraço!

Bandejas Antirressonantes Bandstand 

  

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br