By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 292

 

Mortos Enterrados

Equipamentos e Cabos

 

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

            

            Há um tempo atrás, estava consultando algumas revistas bastante antigas e me veio à lembrança produtos que existiram a partir dos anos cinqüenta e sessenta. Tenho a certeza de que as novas gerações nem se recordam, e também a maioria dos leitores do Audiophile News, com certeza, também não vão se lembrar das coisas que vou desenterrar neste artigo.

             © 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

                                                    
            Prá quem não se recorda, a Phillips, nos Estados Unidos, se chamava Norelco e tinha uma linha de alto falantes, caixas acústicas e gravadores de excelente qualidade. A famosa marca de gravadores Akai, nos Estados Unidos, se chamava Roberts, e a Trio, japonesa, é a Kenwood, que está viva até hoje e fabrica bons produtos populares.
Amplificador Hi-fi Grommes Custom 50pg2 Eua
              Outra famosa, que desapareceu, foi a Leak, fundada por Harold Leak, que fabricava produtos high end para a época. Ficou famosa pelo seu valvulado, o modelo stereo 60. Outra enterrada foi a American Electronics Inc, que fabricava os gravadores da Concertone, que possuíam uma linha profissional excelente.
              Outra empresa, que tinha uma excelente linha de produtos, foi a Pilot Radio Corporation, fundada em 1919, com ótimas caixas, amplificadores, pré amplificadores e tuners.
            Duas fabricantes, que também fizeram muito sucesso, foram a Heath Company, com a famosa Heathkit, e a Dyna Corporation que, através da Dynaco, fabricava os Dynakit. Esses kits fizeram a alegria dos hobbistas americanos, que adoravam montar amplificadores nas suas pequenas oficinas de fundo de quintal.
            Outra empresa muito bem sucedida foi a Lafayette Radio que, através de seus enormes catálogos, contendo uma gigantesca linha de produtos, oferecia uma linha de áudio com o próprio nome Lafayette, mas que, na verdade, eram componentes fabricados pela Trio japonesa.
            Outra marca famosa foi a Scott. Seu integrado, o modelo 222, o qual tive a oportunidade de escutar, tocava como gente grande. Naquela época, os transistorizados estavam começando, mas quem exigia um som de qualidade nem pensava em transistores, apenas as válvulas reinavam absolutas.
            É bom lembrar que a Altec Lansing, famosa pelas suas caixas acústicas, naquela época também fabricava amplificadores, e o 353 A fez muito sucesso no meio audiófilo.
            Eu também cheguei a ter um toca discos da Collaro e, para quem não se recorda, o modelo TC-99, que tive, visualmente parecia uma porcaria, mas até que tocava bem. Os toca discos da Empire, naquela época, já eram de alto nível. Esta empresa também fabricava o famoso braço modelo 98 e a excelente cápsula modelo 88.
            Outra marca, que tinha um som de se tirar o chapéu, era a Fischer. Eu me recordo do pré 400-CA que,  em conjunto  com o power SA-300, tocava melhor que muitas coisas que existem nos dias de hoje.
            Não podemos nos esquecer da Bozak, que fabricava excelentes caixas e também vendia seus falantes em kits, com uma vasta linha para todos os gostos e bolsos.
            Também havia uma divisão da Precision Eletronics, a Grommes, que também fabricava excelentes amplificadores. Existiam também os amplificadores da Paco Eletronics e Realistic, os braços, cápsulas e toca discos da Fairchild e também da Pickering, os alto falantes e caixas da University, gravadores da Ecotape e também da Newcomb, e mais um monte de produtos e marcas, que fizeram a delicia dos audiófilos daquela época e que, até hoje, me fazem recordar de um tempo apaixonante do áudio.
            Como vocês podem ter notado, poucas marcas sobreviveram ao longo desses quase 60 anos. Muitas coisas surgiram em empresas de fundo de quintal, geridas por audiófilos apaixonados, mas que sucumbiram com o tempo, ou foram absorvidas por outras empresas que investiram em algumas marcas de sucesso daquela época. Esses malucos projetistas, com certeza, não deixaram morrer projetos que até hoje mantém suas idéias vivas, através dos novos valvulados, dos novos toca discos, das novas cápsulas, das novas caixas, através de novas marcas que surgiram no mercado, mostrando que, em termos de qualidade de áudio, a coisa evoluiu muito menos do que se esperava, e serviu apenas para mostrar que o analógico continua reinando absoluto, no mundo audiófilo, como aconteceu há sessenta anos atrás.              
            Boas audições a todos!                

Bandejas Antirressonantes Bandstand 

  

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br