By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 310

 

Áudio em Tempos de Crise

Equipamentos e Cabos

 

Flavio Adami
flavioadema@uol.com.br

          Nesta época difícil, onde o dinheiro fica cada vez mais escasso e os nossos bolsos cada vez mais vazios, a aquisição de novos equipamentos fica praticamente inviável. Uma sugestão interessante, para este tempo, é usarmos um pouco da nossa criatividade, na tentativa de conseguirmos realizar algum up grade, sem nenhum custo, ou com um custo bastante baixo.

             © 2006-2016 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           http://www.byknirsch.com.br

          A alta do dólar, junto ao susto que levamos quando comparamos o preço dos equipamentos lá fora e o que temos que pagar por eles aqui, devido aos custos de importação, deixa nossos sonhos bastante longe da realidade.

           Eu até já me considero um especialista em tirar leite de pedra, ou seja, em fazer com que os equipamentos toquem muito mais do que custam, usando um pouco de criatividade e sensibilidade.
           Por exemplo, nem sempre o uso de um cabo mais caro significa a obtenção de uma melhora na qualidade sonora. É simplesmente uma questão de casamento, ou seja, às vezes um cabo de baixo custo pode soar melhor do que um cabo cinco vezes mais caro do que ele. Como geralmente temos em casa vários cabos guardados, fazer experiências com eles, acreditem, vale a pena, principalmente em se tratando de cabos de caixa.
           Experimentem também mudar a posição das caixas. Se os graves estiverem proeminentes, tentem puxá-las um pouco para frente, até que comecem a soar mais claras e menos retumbantes. Se os graves forem insuficientes, empurrem as caixas um pouco para trás, até atingir aquilo que eu considero fundamental, e que independe do custo do equipamento, que é o equilíbrio tonal.
            Se os agudos não estiverem soando claros, procurem mexer no toe-in, jogando os tweeters um pouco para cima do ouvinte, para que os agudos fiquem mais nítidos, sempre buscando o perfeito equilíbrio tonal.
            Busquem uma melhor posição de audição, onde, de preferência, o ouvinte fique  com a cabeça voltada para a altura dos tweeters. E respeitem o ponto ideal de audição, onde a abertura das caixas seja igual ou menor que a distância delas para o ouvinte.
            Procurem também dar uma ajeitada na sala. Um bom carpete e uma boa cortina podem ajudar, em muito, uma audição mais confortável.
             No caso dos toca discos, um perfeito ajuste no peso da agulha, anti skating, VTA (Vertical Traking Angle), a limpeza dos discos e uma cápsula nova, caso necessário, podem fazer uma enorme diferença no resultado final.
             Uma bandeja anti ressonante, embaixo do toca discos, pode tirar algumas ressonâncias indesejáveis e, caso o piso seja de madeira, ou de pedra, bases para as caixas podem ajudar, em muito, as ressonâncias no grave.
              De resto, sentem-se no sofá, com todo conforto, tomando um bom drink e deixem que a música de sua preferência soe como se os músicos estivessem tocando à sua frente.   
           

          
          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima!                                

Bandejas Antirressonantes Bandstand 

  

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br