By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 429

Uma Visita a NYC
2ª.Parte
 

Equipamentos e Cabos

Samy Waitzberg
waitzberg@gmail.com
 

          No começo do mês de setembro, Samy Waitzberg foi a Nova York e relatou, no Audiophile News 426, as várias audições que realizou, nas revendas NoHo Sound, Park Avenue Audio e Rhapsody Audio, que visitou no seu primeiro dia de viagem. Neste artigo, ele vai continuar nos contando um pouco mais do que viu:

 

             © 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           https://www.byknirsch.com.br

         

          No dia seguinte, fui numa quarta loja de audio chamada Stereo Exchange. Já tinha estado lá antes, em janeiro. Meu interesse principal lá eram as bookshelves Totem Sky ($ 1850/par). A Totem é uma empresa canadense de 30 anos, que por muito tempo utilizou drivers da Dynaudio. As Sky me impressionaram muito, com um som bastante quente e equilibrado, e ótimo detalhamento, proporcionados pelo woofer de 5” e um tweeter soft dome de 1,3” (grande).
          Comparando-as com as
Signature One ($ 2650/par), modelo acima (também da Totem), as Sky soaram mais naturais e agradáveis. Com seus tweeters de alumínio, as Signature One soaram um tanto harsh, e apesar de serem maiores e terem woofers de 6,5”, não apresentaram uma melhora significativa nos graves.

          Lá também escutei um par de caixas da série
Masterpiece, eletrostáticas da Martin Logan (ESL15 $ 25.000/par). Fiquei muito bem impressionado com elas, extremamente transparentes nas médias e altas, e com graves secos e com bom punch, proporcionados pelo woofer na parte de baixo. Gostei mais delas do que das BW 803 D3 ($ 17.000/par), que estavam ao lado. A única questão com as Martin Logan é que elas são bastante sensíveis ao posicionamento. Ideal é que se tenha uma sala grande para colocá-las no meio, não muito perto das paredes, e o ouvinte deve sentar bem no centro de audição.
         Ouvi também as
800 D3 ($ 30.000/par), da BW, que soaram certamente "grandes", porém pra mim um tanto descontroladas, com agudos e graves muito pronunciados. Ao lado delas estavam as Rockport Atria ($ 26.500/par), que soaram bem mais controladas e equilibradas. Sólidas e quentes, foram um dos pares que mais me agradaram. Embora americanas, não apresentaram aquele brilho característico das Magico.
          Lá na Stereo Exchange, que visitei no primeiro dia, ainda escutei alguns headphones, como os Focal Utopia (de novo), Clear e Elear, e os Sennheiser HD 660S e HD 800. Usei os amplificadores
Rogue Audio RH5 (híbrido) e o Hafler HA75 (valvulado), ambos recomendados, principalmente o Hafler, que é mais em conta ($ 1.000), e tem um recurso bastante interessante e útil de controle de Feedback Negativo.

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima!

TOP Wonder Excellence RCA Digital


 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br