By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 468

Como Cheguei Até Aqui!

 

Áudio

Jorge Knirsch
jorgeknirsch@byknirsch.com.br

Introdução         

          No WhatsApp, alguns me pediram para descrever minha sala e contar como cheguei ao sistema que tenho hoje. Considero o meu sistema, como muitos devem considerar os seus, bem equilibrado, neutro e musical, com boa dinâmica e textura. No artigo Nossa História, descrevi algumas experiências que realizamos e como evoluímos através do tempo. No Convite para Audições, está descrito o sistema que tenho hoje. É um bom sistema, ainda longe do som ao vivo, que acho inatingível e, portanto, a procura por otimização é permanente e contínua.

             © 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           https://www.byknirsch.com.br

          O Que é Relevante no Áudio

         
          
          Dois parâmetros são relevantes para que possamos atingir uma reprodução correta e agradável: a acústica da sala e o nosso conhecimento de música ao vivo! Somente estes dois itens! Os equipamentos, que a maioria considera o item mais importante, na verdade, não são tão relevantes. Praticamente é possível atingirmos resultados muito bons com todas as marcas. Mas, para tanto, precisamos de ouvidos educados e do referencial da música ao vivo. Senão, será difícil conseguirmos discernir claramente o que está certo e o que não está. E, inadvertidamente, alguns acabam se acostumando a ouvir um som desajustado, ou pouco refinado, e não se dão conta disto!
          Felizmente, são poucas as marcas que realmente não nos permitem obter um bom resultado sonoro. Adquirindo-as, entramos por um "galho do pinheiro" e, enquanto não retirarmos este componente do nosso sistema, não conseguiremos progredir em direção ao Topo do Pinheiro.
          Agora, o nosso conhecimento de música ao vivo é que são elas!! E isto varia muito...muito mesmo, de ouvinte para ouvinte. Por exemplo, ter tocado um instrumento musical, na juventude, faz muita diferença! Toquei piano na infância e juventude, por 5 anos, e acordeom por 3 anos. O Flavio tocou piano e ainda toca muito bem o violão. Uma experiência assim já nos permite ter uma noção musical para começar a separar o joio do trigo, entendendo o que está correto e o que não. Ter o ouvido educado é muito importante, pois o ajuste fino do seu som é de sua total competência e só depende de você! Mas a grande maioria não teve esta oportunidade, de ter aprendido a tocar algum instrumento. Assim, uma forma de suprir essa necessidade é escutar instrumentos acústicos, sem nenhuma eletrônica e sem amplificação, em shows, bares, salas de concerto, enfim, seja lá onde for.
          Mesmo assim, as diferenças na percepção musical continuarão a ser ainda muito grandes de ouvinte a ouvinte. Porque as nossas experiências de audição são muito diferentes, de audiófilo para audiófilo e mesmo entre melômanos e músicos.
          Leve-se em conta que, fora isso, ainda existem dois grandes grupos de ouvintes, como temos mostrado no nosso curso de Avaliação Musical: os Sintéticos e os Analíticos. Os sintéticos têm maior facilidade para ouvir as fundamentais e os analíticos ouvem melhor os harmônicos. Se não bastasse, existe uma graduação entre sintéticos e analíticos, que vai de -1, o sintético extremo, aquele que ouve basicamente as fundamentais, decrescendo até 0 e, a partir daí, seguindo até +1, onde está o analítico extremo, que ouve predominantemente os harmônicos das notas.
 



         

          E como vocês podem ver, no gráfico acima, realizado pelo Dr. Peter Schneider, nos porões do Departamento de Neurologia da Universidade de Heidelberg, Alemanha, a maioria dos ouvintes está nos extremos! Portanto, meus amigos, cada ouvinte, audiófilo, melômano, músico, maestro e todos os outros que deixo aqui de mencionar, ouve música de maneira muito diferente e peculiar, um em relação ao outro.
          Embora cada pessoa aprecie a música à sua maneira, e o seu sistema reflita a sonoridade que mais lhe apraz, vamos dizer que há um desvio padrão, ditado pelo bom senso, que indica se aquele resultado sonoro está dentro do aceitável ou não. Também podemos progredir em direção ao "topo do pinheiro", estudando parâmetros que nos indiquem como fazer uma avaliação musical mais correta. Além disso, ouvir música ao vivo, vai nos permitir fazer escolhas e correções mais assertivas nos nossos sistemas de áudio (Vejam, no site, a série de artigos escrito por Flavio Adami: Parâmetros da Avaliação Musical) e chegar o mais próximo possível do som ao vivo!

          PS.:
          1. Com o grande sucesso dos workshops de Avaliação Musical, realizados neste início de ano, iremos oferecer mais um curso, que ocorrerá nos dias 13, 14 e 15 de setembro deste ano que, no momento, ainda tem 3 vagas. Este próximo workshop lhes permitirá avaliar seu sistema de som e realizar correções técnicas, além de permitir, a cada participante, saber que tipo de ouvinte é: sintético ou analítico e a graduação correspondente! Cada curso tem vaga apenas para 4 participantes e a inscrição será por ordem de chegada. Acessem o Audiophile News 438, para obterem maiores informações.
          2. Estaremos também realizando um outro curso, organizado pelos participantes, nos dias 30 e 31 de agosto e 1° de setembro, mas este curso já está completo.
          3. Abrimos o grupo do Audiophile News no WhatsApp. Caso desejem participar, informem seu nome e número de celular, que teremos prazer em acrescentá-los.

 

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima!

Novo powerline Audiófilo lf-120 

 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br