By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 430

 

Posicionamento de Caixas Acústicas
 

Acústica

Gustavo F. Silveira
gfs1978@gmail.com

          Leitor assíduo das Audiophile News, do Jorge Knirsch, tomei a iniciativa de enviar-lhe um e-mail, após leitura de uma edição na qual explanava acerca da compatibilidade de caixas e amplificadores. Fiquei deveras curioso em saber se meu modesto set up se encontrava minimamente compatível, visto que nem sempre compramos o que queremos e sim o que podemos. Na resposta que recebi, ao meu e-mail, começava uma experiência realmente muito interessante.
 

© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
   Todos os direitos reservados
 https://www.byknirsch.com.br
 

         Como recorrentemente acontece, pronta foi a resposta do Knirsch com os dados pedidos e, muito além do pedido, solicitou-me as medidas de minha sala, para alguns cálculos de reposicionamento de caixas, utilizando uma metodologia já demonstrada em edições passadas. (em 10 artigos começando no Audiophile News 130) Confesso que o posicionamento original já me agradava, visto que não sou tão crítico, mas a experiência de reposicionar as caixas trouxe uma outra vida para minha sala.
          De posse dos valores de DPL e DPF (Audiophile News 135), ajeitei a sala e reposicionei as caixas. Tal qual a orientação, a nova posição das caixas trouxe um aumento considerável no palco sonoro e a definição das freqüências na posição do ouvinte ficou espetacular. Tão logo fiz o reposicionamento, escrevi ao Knirsch novamente, contando o resultado. Foi incrível a melhoria da audição na sala, com um simples reposicionamento das caixas! Considerando que minha sala não possui nenhum tratamento acústico, apenas um sofá, cortinas e um tapete, e que dentro das premissas da metodologia, a minha sala não cumpre uma delas, a saber, o tamanho mínimo (possui aproximadamente 37m cúbicos, onde o ideal é, pelo menos, 50m
³), posso dizer que essa simples mudança me trouxe agradável surpresa no resultado. Acredito que, agora, esteja usufruindo quase o máximo que meu set up pode oferecer, dentro das condições em que se encontram. Conforme me foi dito, pelo Knirsch, uma maior atenção na parte elétrica e na acústica poderá ainda render-me significativa evolução na qualidade da audição. Nas palavras dele “a acústica da sala é em torno de 50% do resultado sonoro, a elétrica são mais 30% e os equipamentos somente uns 15%”.
          A conclusão a que cheguei, nessa experiência, é que por mais modestos que sejam os equipamentos, a alocação correta deles, na sala, pode trazer agradável melhoria na audição, ainda que outros fatores não tenham sido manipulados, tais como a elétrica e a acústica, como ocorreu no meu caso em particular. Aos que se entusiasmam com as experiências, sugiro aplicar a metodologia que calcula o correto posicionamento das caixas dentro do espaço físico que dispõem.
          Por fim, ficam meus agradecimentos ao Knirsch, pela atenção, pelos cálculos e pronta resposta nas solicitações.

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima!                              


A Sala e a Elétrica é o Segredo do Seu Som!!

 

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br