By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 466

Estudos da Absorção Lateral

 

Acústica

Jorge Knirsch
jorgeknirsch@byknirsch.com.br

Introdução         

          O Flavio e eu fizemos, nos últimos meses, estudos a respeito da absorção lateral (primeiras reflexões laterais) em nossa sala de audição. Foram várias experiências práticas, que nos levaram a algumas conclusões interessantes que não esperávamos! É a respeito destas conclusões que queremos explanar a vocês.

             © 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           https://www.byknirsch.com.br

          A Teoria de Acústica

         
          Vamos começar relatando o que já havíamos escrito a respeito deste assunto. Como vimos, no Audiophile News 201, devemos sempre usar absorção nas laterais, assim como atrás das caixas, no centro entre elas. No teto e na primeira reflexão, atrás do ouvinte, poderemos ter tanto absorção como difusão, dependendo do tempo de reverberação (RT em segundos) que desejarmos atingir. Para maiores esclarecimentos, releiam também o Audiophile News 311.
 

As Novas Experiências



          Vamos, agora, fazer um parênteses e um desafio a vocês. Coloquem uma absorção na parede, atrás das caixas, bem no centro da distância entre elas, e também nas paredes laterais. Atrás das caixas, a absorção deverá ser na parede, em frente do ouvinte, na altura do ouvido desse ouvinte. Não coloquem atrás de cada caixa acústica, onde não estão as primeiras reflexões das caixas. Não usem, exatamente atrás das caixas, nem difusão, nem absorção, equívoco muito comum que muitos cometem em suas salas! Nas paredes laterais, os locais onde ocorrem as primeiras reflexões da caixa acústica, à direita e à esquerda, precisam ser determinados com o auxílio de um espelho de cada lado. Estas absorções deverão ficar, de preferência, na altura do ouvido do ouvinte sentado. O objetivo desse experimento é avaliar o resultado sonoro a ser obtido. Quando começamos, usávamos placas de lã de rocha, ou de espuma, mas as melhores são as de lã de vidro. Releiam também o Audiophile News 235. Quem desejar, depois de avaliar o resultado sonoro, poderá relatar os efeitos obtidos no WhatsApp do nosso grupo. A melhora, de forma geral, deverá ser muito, muito grande! Algo que irá assustá-los muito!!
          A absorção nas paredes laterais envolve os graves, médios e agudos. (Vejam isso em Parâmetros da Avaliação Musical). A grande questão será conseguirmos detectar o quanto deveremos absorver de cada uma destas faixas de freqüências.
          Os graves são muito difíceis de serem absorvidos, nestas posições laterais, pois suas ondas são de velocidade e não de pressão. As ondas de pressão dos graves só se formam nos cantos da sala. Portanto, na lateral, não é possível absorver graves.
          A absorção dos médios poderá ser muito forte, nestas posições, com grandes vantagens auditivas. A redução dos médios propicia uma maior resolução e pode criar um pequeno loudness que torna o som muito agradável de se ouvir. A absorção dos médios também é conseguida com absorvedores de membrana especialmente projetados para esta aplicação. Já, com relação aos agudos, é que são elas!! Aqui está a grande dificuldade!!
          Os agudos realmente são bem difíceis de se acertar. Fizemos, neste sentido, duas experiências muito interessantes. Fomos aos extremos. Fizemos absorção porosa em toda área lateral e, depois, retiramos toda a absorção dos agudos. Os dois resultados não se mostraram equilibrados. Interessante isto! Eu defendia uma absorção total. Porém, o som não nos agradou: os agudos ficaram muito abafados e o equilíbrio tonal ficou prejudicado, mostrando falta de agudos. Por outro lado, o Flavio defendia que não deveria haver nenhuma absorção de agudos na lateral, e o resultado também não foi muito bom, nem real. O som ficou gritado, perdeu palco e, com o desequilíbrio tonal criado, ficou muito difícil de entender esse resultado sonoro obtido. Assim, chegamos à conclusão de que a absorção lateral deverá ser bem dosada, para permitir um equilíbrio tonal orgânico. Nem muito intensa e nem sem absorção alguma. Somente treinando o ouvido, com muita música ao vivo, poderemos achar o melhor equilíbrio tonal. Finalmente, recolocamos parte da absorção porosa e o resultado foi o melhor que já atingimos até agora. Ainda não está no ideal, pois teremos que construir novos absorvedores porosos nas laterais, para otimizarmos ainda mais o resultado sonoro e nos aproximarmos um pouco mais do som natural ao vivo.
          Convidamos a todos a ouvirem os resultados atingidos no nosso Laboratório de Acústica e Áudio e também encorajamos todos vocês a realizarem essa experiência em suas salas e a comentarem, no grupo, o que obtiveram!

          Um forte abraço a todos!!

          PS.:
          1. Com o grande sucesso dos workshops de Avaliação Musical, realizados neste início de ano, iremos oferecer mais um curso, que ocorrerá nos dias 13, 14 e 15 de setembro deste ano que, no momento, ainda tem 3 vagas. Este próximo workshop lhes permitirá avaliar seu sistema de som e realizar correções técnicas, além de permitir, a cada participante, saber que tipo de ouvinte é: sintético ou analítico! Cada curso tem vaga apenas para 4 participantes e a inscrição será por ordem de chegada. Acessem o Audiophile News 438, para obterem maiores informações.
          2. Estaremos também realizando um outro curso, organizado pelos participantes, nos dias 30 e 31 de agosto e 1° de setembro, mas este curso já está completo.
          3. Abrimos o grupo do Audiophile News no WhatsApp. Caso desejem participar, informem seu nome e número de celular, que teremos prazer em acrescentá-los.

          Ótimas audições a todos! Aquele abraço! E até a próxima!

Novo powerline Audiófilo lf-120 

Não desejando mais receber Audiophile News responda a este e-mail com a palavra descadastrar.

  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br