By Knirsch - Produtos, Projetos e Consultorias
  Uma Entrevista com Jorge Knirsch

Veja o teste:
 do
 
powerline Audiófilo lf-115
 
http://youtu.be/QDZqmV4LgME

 
  Veja os comentários de Fernando Sampaio (RJ) a respeito de fiação sólida e aterramento do neutro.
Carta de Clientes

 
 
 
Veja os produtos à venda em:

Usados

 
 
     
 

 
     
 


Clique aqui para conhecer nosso informativo eletrônico e inscrever-se para recebê-lo em seu e-mail.

 
     
  Novos Cabos de Energia By Knirsch para instalações elétricas em áudio/vídeo
 Power Cable AC-25, 40
,60 e 100
 
     
  Antes de construir, otimizamos as medidas da sua sala de audição,
 Home Theater
, e afins.
 


Número 154

POSICIONAMENTO DE CAIXAS - 8ª. Parte

Acústica

  Jorge Knirsch
jorgeknirsch@byknirsch.com.br

Introdução

              Audiophile News já publicados a respeito deste assunto: 78 e 87;  118 e 122, e esta nova série: 130, 133, 135, 139, 143 e 146 e 150. Neste artigo, vamos continuar o estudo mais importante para nós, audiófilos, que é o problema das ondas estacionárias de uma sala. No último artigo, apresentamos o diagrama de distribuição modal por terço de oitava e também indicamos onde encontrá-lo, na web, para cada um poder calcular a distribuição modal de sua própria sala.       

© 2010-2020 Jorge Bruno Fritz Knirsch
           Todos os direitos reservados
           https://www.byknirsch.com.br

 

O Diagrama de Distribuição Modal por Terço de Oitava 

              Abaixo, estamos apresentando o diagrama de distribuição modal por terço de oitavas, da sala proposta para estudo no Audiophile News 150, com as seguintes medidas dadas: comprimento L = 6,55, largura W = 4,05 e altura H = 2,52. Infelizmente, o diagrama apresentado aqui talvez não esteja muito fácil de ser visualizado, devido ao seu tamanho reduzido. No entanto, vocês poderão acessar o link Room Modes and Reverberation Time Calculator e, colocando as medidas propostas, conseguirão elaborá-lo bem maior, o que facilitará muito a leitura deste texto.
              No eixo das abscissas (eixo horizontal), temos as freqüências, com colunas verticais por terço de oitava, começando pelo terço de oitava de 25Hz, depois o de 31,5Hz, em seguida o de 40Hz e assim por diante. No eixo das ordenadas (vertical) temos: em baixo, em vermelho, os modos axiais, nos seus três tipos, por altura (H), largura (W) e comprimento (L), com a soma das axiais logo acima; em seguida, em azul, temos os três tipos de modos tangenciais, também com a soma das tangenciais logo acima; e, por último, em verde, os modos oblíquos da sala proposta. Para simplificar a análise deste diagrama, vamos considerar aqui somente as ondas axiais (em vermelho), sendo que, com esta simplificação, poderão haver pequenos desvios das estacionárias, ou seja, pequenos desvios das estacionárias medidas na sala, com relação às estacionárias calculadas, além de alguma irregularidade que porventura possa existir na forma da sala.

              Vamos, então, considerar a quantidade de ondas estacionárias axiais por terço de oitava, que representa a densidade modal. Assim, aqui no exemplo, temos a seguinte distribuição: no terço de oitava de 25Hz, temos uma axial; no terço de 31,5Hz não temos nenhuma estacionária; nos terços de oitavas em 40Hz, em 50Hz e 60Hz temos apenas 1 estacionária em cada um deles; no terço de 80Hz, temos duas; no de 100Hz, voltamos a ter apenas uma estacionária; em 125Hz temos 3 axiais e, em 160Hz, onde termina o grave, temos 2 axiais.
             Conforme os critérios de Juan Bonello, apresentados na figura 33 da
Palestra na Faculdade Impacta de Tecnologia, o número de ondas estacionárias por terço de oitava deverá ser crescente, ou senão, deverá permanecer com distribuição constante, para termos uma boa sala de audição. Vejam, no exemplo, que houve uma redução de estacionárias logo após os terços de oitava de 25Hz, 80Hz e 125Hz para os terços de oitava seguintes, em 31,5Hz, 100Hz e 160Hz, respectivamente. De forma geral, pelos critérios de Bonello, podemos afirmar que as estacionárias nos terços de oitava, anteriores a uma redução da densidade modal, tornam-se, na maioria das salas, muito audíveis. E são exatamente estas estacionárias que vão incomodar sobremaneira as nossas audições.
              A arte e a ciência de um bom tratamento acústico é conseguirmos uniformizar a densidade modal por terço de oitava, evitando estas irregularidades na distribuição das estacionárias. A axial em 26,2Hz, no terço de oitava de 25Hz é uma freqüência muito baixa, não muito audível e que, provavelmente, acrescentará corpo ao grave, de forma que não será necessário tratá-la. Porém, as estacionárias nos terços de oitava de 80Hz e de 125Hz serão bastante audíveis, pois estarão colorindo o grave e em conseqüência toda a reprodução sonora e, assim, deverão ser fortemente atenuadas para reduzirmos os seus efeitos negativos sobre a reprodução.
              
Aquele abraço!! Ótimas experiências a todos!! E até breve!

Cabos de Interconexão - TOP Wonder  RCA/Digital/XLR/Speaker Cables
                  

 
  By Knirsch-Produtos Projetos e Instalações
© 2008-2018 Jorge Bruno Fritz Knirsch
Todos os direitos reservados
https://www.byknirsch.com.br